Buscar
  • Equipe CCJB

AUTOCUIDADO: Conheça 7 pilares para manter uma saúde equilibrada

Autocuidado pode ser definido como um conjunto de atitudes e hábitos benéficos ao corpo e à mente, mas não se resume a isso.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu a prática de autocuidado como um direito e, com o objetivo de conscientizar e engajar a população nessa causa, definiu 7 pilares básicos do autocuidado.


A iniciativa prevê, sobretudo, uma mudança de hábitos que visam uma atitude ativa e responsável em relação à própria saúde.


1 - Informe-se sobre saúde: Sempre busque fontes confiáveis e converse com médicos para tomar decisões assertivas sobre sua saúde física e mental.


2 - Conheça a si mesmo: faça autoexames com frequência para conhecer o seu corpo e dê atenção aos sinais do seu organismo. Caso note alterações, procure um médico.


3 - Pratique exercícios físicos: Deixar o sedentarismo de lado é essencial para a manutenção de uma vida saudável e equilibrada, assim como cuidar do corpo e da mente. As pessoas ativas tendem a viver mais e têm menos riscos de adquirir doenças como: diabetes tipo 2, cardiopatias, obesidade e alguns tipos de câncer. Identifique a atividade física que seja mais prazerosa para você e a ponha em prática.


4 - Mantenha uma alimentação saudável: uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e nutrientes, é imprescindível para a manutenção de uma boa saúde e bem-estar integral.


5 - Abandone os maus hábitos: evite cigarros, bebida alcóolicas em excesso e alimentos industrializados.


6 - Tenha bons hábitos de higiene: lavar as mãos frequentemente e fazer a higiene bucal adequada deve ser algo rotineiro.


7 - Utilize corretamente os Medicamentos Isentos de Prescrição (MIP´s): os MIP´s são medicamentos aprovados pelas autoridades sanitárias para tratar sintomas e males menores, podendo ser comprados sem prescrição médica, ao contrário dos medicamentos tarjados que só devem ser utilizados mediante prescrição. Entretanto, apesar da maior facilidade do uso dos MIP’s, esses devem ser utilizados de modo prudente e, caso persistam os sintomas, um médico deve ser consultado.



30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo